Bolsa bordada: conheça os diferentes tipos!

O bordado é uma técnica milenar que reflete os costumes e o modo de ser de cada povo. Através dele conseguimos entender ideologias, pensamentos, identidades e nos expressar.

Feito a mão ou a máquina, o bordado cria desenhos ornamentais em tecidos, utilizando agulhas e fios, trazendo infinitas possibilidades de criação. É uma ótima pedida para quem deseja personalizar uma peça, deixando-a autêntica.

Bolsas bordadas trazem complemento ao visual, com toque handmade e criativo, perfeitas para serem usadas em qualquer ocasião: de eventos black tie ao dia a dia. Vamos conhecer um pouco mais sobre o assunto?


A história de um ofício atemporal

Não se sabe ao certo onde a técnica do bordado surgiu. O primeiro registro de algo semelhante é datado da pré-história, quando homens primitivos ‘costuravam’ as peles com um tipo de linha. Nessa época ele possuía um caráter prático e utilitário, sem a função do decorativismo atual.

As primeiras peças bordadas com função decorativa foram encontradas no Antigo Egito. Depois acharam na China sedas e gazes bordadas à mão com temas religiosos. Na Idade Média os bordados foram feitos não mais com temas religiosos, mas para serem usados por religiosos. Padres, bispos e papas exibiam suas vestes adornadas com um rico trabalho feito predominantemente por mulheres.

Ao longo dos anos o bordado passou a ser conhecido nos quatro cantos do globo. No período moderno ele já era bem difundido, mas era usado predominantemente pela elite pois os fios eram muito caros, já que eram confeccionados e tingidos manualmente.

O bordado se tornou realmente popular no final do século XIX, com o surgimento da máquina de costura. Patenteada por Isaac Merrit Singer na cidade de Nova York em 1851, a máquina proporcionou a todos a experiência do bordado em larga escala.

Durante o século XX, o bordado manual passou a ser valorizado novamente por conta da qualidade do acabamento. Afinal, por mais perfeita que uma máquina seja, ela não tem o savoir faire da mão das bordadeiras profissionais.

Um dos trabalhos bordados mais famosos da história é a Tapeçaria de Bayeux. Confeccionado no século XI ele possui imagens que ilustram a sequência da Batalha de Hasting, durante a invasão da Inglaterra pela Normandia em 1066. Com 70 metros de comprimento, ele foi feito em um único pano usando fios de lã e de algodão nas cores disponíveis na época, que eram marrom, ocre e branco.

 

Tipos de bordados

Ponto-Cruz

Uma das técnicas mais conhecidas de bordado, o ponto-cruz é um trabalho preciso, detalhado e delicado. Sua popularidade vem da grande variedade de tecidos em que ele pode ser aplicado. Com seus pontos fechados, ele é trabalhado em cima de moldes gráficos com desenhos e utiliza apenas linhas meadas e agulhas comuns na sua confecção.

Ponto Russo

Resultando em um bordado de alto relevo, a técnica utiliza o mesmo movimento das máquinas de costura. Feito do lado avesso do tecido, o Ponto Russo é um bordado autêntico e belíssimo, que requer cuidados ao ser confeccionado: por ficar mais elevado do que outros bordados os seus pontos precisam ser selados para que não se soltem.

Vagonite

Uma técnica simples e chique. Feito a partir de linhas retas e simétricas, o Vagonite trabalha com desenhos mais geométricos. Por esse motivo, ele é bastante popular entre os iniciantes no universo do bordado e é muito usado para fazer acabamentos lineares finos e delicados.

Como usar?

Quando você pensa em bolsa bordada você já visualiza uma clutch para noite? Aqui, vamos te mostrar que a bolsa bordada cabe em qualquer produção e que existe uma para cada ocasião. E acredite se quiser: nenhuma delas é uma clutch!

Black Tie

Bolsas bordadas para festas sempre dão o tom. Elas têm o poder de transformar qualquer roupa simples em uma mega produção, pois adicionam toque glamoroso e artesanal ao look. Se você quiser atenção total ao seu vestido, a ideia é usar uma bolsa bordada que seja da mesma cor da peça eleita e que possua bordados mais sóbrios. Agora, se você quer dar destaque à bolsa, ai é a hora de ousar e escolher bolsas extravagantes, bordadas com aplicações, em diferentes cores. E se engana quem acha que apenas a clutch é boa para a festa: se a bolsa for ricamente bordada, ela se tornará uma opção ideal para te acompanhar a noite. Como é o caso da Bolsa de Tweed Bordado com Flores e Franjas da ISLA: por ser feita de tweed preto e branco, a bolsa se encaixa em qualquer look. As franjas feitas de canutilho trazem o toque handmade e sofisticado a peça; e as flores bordadas à mão em paetê e cristais transformam a bolsa em uma joia!

Noite de festa

Para aquela noite de aniversário na casa de amigos ou uma comemoração em um restaurante badalado, a opção ideal é uma bolsa menor que você não tenha que carregar à mão. Nessa hora uma boa opção é ousar na textura e na cor da bolsa para dar charme ao look. Bolsas em materiais inusitados, nobres e com aplicações trazem um mood fashion a produção, sem perder a classe. Um belo exemplo é a nossa Mini Bolsa em Veludo Matelassado Blush e Bordada com Flores em 3D. Por ser pequena e ter uma alça regulável em corrente fina prateada, ela já é ideal para esse tipo de evento; o veludo matelassado traz um “quê” inesperado à peça, que fica ainda mais linda com as flores bordadas. Por ter a cor blush (uma variação de rosa) a peça sai do óbvio dando ar fashionista ao look.

Dia a dia

Se engana quem acha que bolsas bordadas só podem ser usadas durante a noite: de dia elas dão sofisticação ao look de trabalho. Quando for escolher a sua, opte por peças que tenham detalhes bordados, mas que não sejam inteiramente bordadas. Bolsas muito trabalhadas tendem a ser pesadas, e nada pior do que passar o dia carregando uma “bolsa chumbo” consigo.  Para aquelas que levam o mundo dentro da bolsa, uma boa opção é uma peça grande que cabe tudo. Além disso, se tiver mais de uma alça, melhor porque assim dá para variar a peça entre o ombro e a mão. A Bolsa Baú Rainbow em Tapeçaria Colorida Eclipse da ISLA é uma dessas opções excelentes para o dia a dia: possui uma alça curta e uma longa; é em formato baú, ou seja, cabe muita coisa dentro; e é uma peça neutra sem ser careta, pois possui pontos de cor e um bordado de cristais que deixam a bolsa chique e divertida.

Para aquelas que carregam apenas o essencial, uma flap bag é a melhor pedida: em tamanho médio, a bolsa pode ser carregada no ombro – em alça longa ou curta – e ainda pode ser usada crossbody, trazendo versatilidade e praticidade para o dia a dia. Uma opção ideal são as nossas clássicas bolsas em tapeçaria: elas tem tamanho ideal para o dia a dia e são perfeitas para dar aquela esticada para o happy hour pois são práticas e chiques. O trabalho bordado traz uma sofisticação na medida!

Evento diurno

Para deixar o look diurno mais descolado, a aposta é usar uma bolsa de formato inusitado: ela traz modernidade e deixa o look cool. Além disso, você pode ousar escolhendo bolsas multi coloridas, estampadas, adornadas e com alças mais grossas. Um bom exemplo é a Bolsa de Tweed e Bordado Redonda da ISLA. A bolsa traz um bordado que se assemelha a uma estampa. É colorida, perfeita para usar de dia e dá toque fun ao look.

Agora que você já sabe tudo sobre as bolsas bordadas, corre para o nosso site e escolha aquela que mais combina com você!

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
How to wear: bolsa de tweed