Glossário de Bolsas e Shapes

Antigamente a bolsa era usada como um acessório para transportar pertences, hoje, elas são quase uma extensão do corpo de uma mulher. Seja para carregar pertences ou para complementar a produção, ela é indispensável em qualquer ocasião. Vendo o quão importante ela é importante no mundo da moda, você já se perguntou como ela surgiu? Nesse tópico vamos te contar tudo de mais importante sobre o universo das bolsas, vem com a gente!

História da bolsa

Há relatos que a primeira bolsa que se tem notícia surgiu cerca de 900 A.C. e era feita de folhas cortadas e tramadas, usadas para carregar alimentos, ferramentas, entre outras coisas.

Já na idade média as bolsas já eram usadas por homens e mulheres para carregar seus pertences, mas com diferenciações entre elas. As bolsas usadas pelos homens eram maiores e feitas de couro, já as das mulheres eram menores e continham ornamentos. Ambas eram carregadas presas à cintura e tinham o nome de “bolsos”.

Com o tempo, as roupas começaram a ficar mais elaboradas e os “bolsos” começaram a perder a força, dando então a oportunidade da criação de uma nova versão, a “Retícule”. As primeiras foram desenvolvidas para transportar objetos como lenços, leques, cartas e etc. 

Foi somente no século XIX que as bolsas começaram a fazer parte exclusivamente do armário feminino, quando a princesa Alexandra, que era uma das líderes de opinião em moda da época, tornou o uso popular das ‘Chatelaines’. Elas eram pequenas bolsas presas a cintura com correntes, que eram práticas, pois deixavam as mãos livres. As correntes atreladas faziam um certo barulho, o que chamava a atenção e os olhares.

Já no início de 1901, com o impulsionamento das mulheres no mercado de trabalho, surgiu a necessidade de criar bolsas grandes. As primeiras foram feitas em couro, por ser um material mais resistente. Elas eram conhecidas como “bolsas de compra”. 

As bolsas pequenas ou mini bolsas também ganharam espaço, mas apenas como objeto estético, chamando a atenção para as mãos das mulheres.

Na década de 20 houve a revolução da moda onde as bolsas já não precisam combinar com as roupas, como antes era de costume. Já nos anos 30 as bolsas começaram a ganhar materiais exóticos, como couro de crocodilo, jacaré e muitos outros.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o couro passou a ser um material raro e isso só aumentou o desejo por ele, por isso, foi preciso pensar em novas produções, trazendo novos materiais. Foi então que as bolsas de tecido e madeira ganharam grande força no mercado.

Já nos anos 50 surgiram grandes nomes que revolucionaram a moda, como Louis Vuitton, Hermès e Chanel, que foram umas das primeiras marcas a inovarem, criando uma bolsa com alça tiracolo.

A ideia era que essas bolsas fossem elegantes e práticas, deixando as mãos livres. A referência de moda vinha diretamente da Europa e dos Estados Unidos.

Desde então, as bolsas passaram a ser um dos acessórios favoritos das mulheres, acompanhando em diversas ocasiões e com um extenso leque de modelos, shapes e criações.

Modelos Icônicos

Algumas bolsas se tornaram icônicas, seja por seus modelos nunca vistos antes ou pela história de quem usou. Seja qual for o motivo, elas despertaram o desejo absoluto em mulheres pelo mundo inteiro e se mantêm vivas e atemporais. Confira algumas delas:

  • Birkin, da Hermès

Estrela dos anos 60, a atriz Jane Birkin sempre circulava com uma cesta de palha no lugar de uma bolsa. Até quando pegou um voo para Paris e seus pertences caíram quando estava tentando alocar sua cesta no compartimento de bagagens. Quem estava no voo e apareceu para ajudá-la foi Jean-Louis Dumas CEO da Hermès na época. Ao longo do voo eles debateram sobre como seria um modelo de bolsa ideal onde caberia todos os pertences das mulheres, que fosse segura e elegante ao mesmo tempo. Eles chegaram a uma conclusão e então, 3 anos depois surgiu a querida Birkin, uma bolsa com todos os atributos necessários que uma bolsa funcional deve ter.

  • Speedy, da Louis Vuitton

Criada especialmente para Audrey Hepburn, a bolsa Speedy foi um pedido da atriz que amava o modelo da bolsa de viagem Keepall, mas queria uma versão um pouco menor. Foi então que Henri Louis Vuitton criou a Speedy e acabou sendo um sucesso, sendo até hoje uma bolsa clássica.

 

  • 2.55, da Chanel

Quem nunca viu a famosa 2.55 da Chanel, não é verdade? Uma bolsa que se tornou icônica por ser a primeira bolsa com alça tiracolo. Sua versão anterior era usada somente como clutch e bolsa de mão. Atualmente ela é um clássico da marca, totalmente atemporal e que ano após ano vem sendo atualizada, por meio de novas cores e materiais.

  • Lady Dior, da Dior

Inicialmente chamada Chouchou, este clássico da Dior só se tornou uma bolsa icônica 3 anos depois do seu lançamento, após nada mais nada menos que Lady Diana ganhá-la de presente da primeira dama francesa, Bernadette Chirac, e veio a se tornar a sua bolsa favorita. Ela gostou tanto do modelo que encomendou todas as versões do da bolsa na época. Foi assim que esta bolsa passou a se chamar Lady Dior em homenagem ao ícone fashion da realeza.

  • Baguette, da Fendi

Criada em 1997 pela diretora criativa da grife, Silvia Venturini Fendi, a bolsa Baguette é considerada pelos especialistas a It-bag definitiva. A bolsa ganhou fama após a personagem Carrie Bradshaw de Sex and the city andar pelas ruas com a sua bag debaixo do braço. O shape da bolsa foi dada devido ao modo como os franceses carregam a baguete de pão.

Os shapes favoritos das marcas

Hoje, existem diversos modelos de bolsas no mercado, com materiais diferenciados e shapes para várias as ocasiões. Com base nisso, vamos falar agora das modelagens mais conhecidas no mercado da moda:

  • Tiracolo

Querida por muitas, as bolsas tiracolo são bolsas pequenas e práticas, geralmente usadas quando se quer as mãos livres, por isso conta apenas com a alça longa que pode ser usada também como crossbody.

  • Hobo

Trend do momento. A bolsa hobo tem um visual cool com seu formato de meia-lua. É uma bolsa que vem ganhando bastante destaque atualmente, e aparecendo com diversos tipos de alça. É uma peça super casual e sem erro.

  • Bucket/Saco

É uma peça com um formato de saco e fechamento com uma cordinha que é o charme da bolsa. Geralmente é feita em materiais maleáveis sendo considerada uma bolsa mais descolada do que os demais modelos.

  • Clutch

As clutches são bolsas menores, geralmente feitas com materiais mais sofisticados como pedraria, metais e bordados. Esse shape é muito usado para o segmento festa e eventos especiais. Uma peça must have no armário de todas as mulheres.

  • Envelope

A bag envelope é um modelo bem literal, uma bolsa com formato de envelope. É uma peça  clássica e super versátil, pois pode ser usada desde uma produção mais formal até um look casual, como um jeans e camiseta. 

  • Tote

Conhecida por ser a aliada de toda mulher, a Tote é uma ótima opção para quem gosta de funcionalidade, pois consegue carregar muitas coisas e geralmente conta com várias repartições. É uma bolsa estruturada e possui alça de mão quanto a alça longa, deixando ela ainda mais versátil.

  • Baú

A bolsa baú também segue a mesma linha de seu nome, pois tem um formato semelhante a um baú. Ela é normalmente estruturada com duas alças, uma de mão e uma alça longa. É usada em produções casuais.

  • Baguete

Já a bolsa baguete tem uma característica particular, pois possui sua base longa e altura menor. Ela é a queridinha das fashionistas.

  • Shopping

As shopping bags vieram das grandes sacolas de compras. É uma excelente bolsa para quando se está com pressa e precisa de uma bolsa prática e grande. Geralmente são feitas de materiais resistentes como o couro.

  • Satchel

As bolsas satchel geralmente são bolsas estruturadas com formato quadrado. Pode ser uma bolsa tanto de mão quando tiracolo. Geralmente, essas bolsas são feitas de materiais como couro, verniz e camurça.

  • Bolsa Carteira

Assim como a clutch, a bolsa carteira também é bem pequena e carrega só o necessário. O que diferencia uma da outra é que a bolsa carteira é um modelo mais informal e pode apresentar uma alça para prender à mão.

  • Mochila

As mochilas são as bolsas mais informais. São a opção número 1 quando a praticidade é indispensável, pois deixam as mãos livres e podem levar objetos mais pesados. Aposte em viagens e com looks divertidos.

  • Pochete

Sucesso nos anos 80, a pochete ganhou importância novamente nas passarelas em anos recentes. É um modelo de bolsa pequeno e super prático que pode ser usado crossbody ou preso à cintura.

  • Carteiro

As bolsas carteiro são uma alternativa para quem não se adapta às mochilas. São bolsas médias/grandes com uma alça longa super resistente, perfeitas para carregar objetos maiores como notebook.

  • Mini

Nas últimas temporadas a mini bag ganhou força nas passarelas e no street style. É uma peça que independente da sua produção, ela será protagonista. Prática em termos de leveza, só carrega o necessário (e olhe lá).

Tendências 2022

Estilos de bolsas novos e muitos outros que voltaram para as passarelas aparecem no ano de 2022 como tendência novamente. Segundo o site WGSN esses são os modelos de bolsas que estarão com tudo nas próximas estações:

  • Bolsas crossbody

  • Hobo Bag/ Meia Lua

  • Mini Bag

  • Bolsas Coloridas

  • Bolsas Artesanais

Bolsas Artesanais e Handmade

As peças handmade se tornaram ícones must-have no armário de muitas mulheres, pois, além de serem muito belas, elas têm um impacto positivo no meio ambiente e ajudam muitas artesãs a terem sua liberdade financeira, uma forma de empoderamento feminino.

A ISLA tem em seu dna a veia do slowfashion e do handmade, trazendo bolsas feitas a mão de maneira 100% artesanal feita por um grupo de mulheres no interior de Minas Gerais. Sendo assim, nossas bolsas são únicas, feitas por mulheres e para mulheres empoderadas. Conheça mais sobre a nossa história e nossos produtos aqui.

Moda Sustentável

Hoje a pauta de sustentabilidade está super em alta, isso se dá a dois fatores: primeiro, a preocupação com o meio ambiente, onde de acordo com um relatório da Global Fashion Agenda indicou que as emissões da indústria da moda devem aumentar para cerca de 2,7 bilhões de toneladas por ano até 2030, sendo assim, aumentando cada vez mais a poluição no nosso planeta e o efeito estufa. 

Segundo, a pandemia de Covid-19, que mexeu muito com o emocional de todos no confinamento, notícias ruins e instabilidade financeira. 

Sendo assim, muitas pessoas descobriram novos hobbies nesse tempo e viram que levavam jeito para criar peças artesanais e sustentáveis, reaproveitando materiais que muitas vezes seriam descartados de forma incorreta e transformando em peças de desejo. Com isso os produtos handcrafted ganharam extrema força na moda, levantando a bandeira da sustentabilidade e ainda andando lado a lado com a tendência recém-surgida, o Dopamine Dressing, que consiste em transmitir alegria através das roupas e acessórios.

 

Agora que você sabe tudo sobre o nosso acessório queridinho, as bolsas, está pronta para escolher a sua ISLA, montar várias produções e brilhar! Vem a gente!

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
Tendências de maquiagem 2022